_______________________________________________________

domingo, 9 de dezembro de 2018

O MISTÉRIO das ESTRELAS










“São estranhos os caminhos de Deus, 
mas todos nos levam às estrelas.”  
(Pedro Freire)












"A obra "Mistérios do Sol" preenche uma lacuna na área esotérica, ao apresentar em primeira mão revelações novas e atualizadas sobre temas como o sol espiritual Matrix terrena. Barreira de Frequencia, mediunidade e chacra umeral, ativação da polaridade feminina, relatos de iniciações solares e planetárias, entre outros tópicos. Através de contatos mantidos ao longo de anos com Mestres e hierarquias Espirituais em dimensões sutis e no plano físico, foram transmitidas informações vitais sobre as grandes mudanças em curso que estão afetando e modificando a vida na terra. Tomando como ponto de partida os mistérios relativos ao Astro Rei, o Sol, a obra esclarece muitas dúvidas dos estudiosos e buscadores espirituais sobre temas de grande repercussão. A autora realiza um estudo comparativo entre a situação do planeta na atualidade e os diaas que antecederam a queda de Atlântida, descrevendo a influência decisiva das radiações do Sol sobre os destinos da humanidade e revelando como as sutis energias solares repercutem no processo de renovação energética e transformação espiritual terrestre. A Autora lança luz sobre o processo de iniciação da terra e do Sol e esclarece as misteriosas conexões existentes entre a estrela Sírius e o sistema solar. A obra explica minuciosamente a abertura do Portal da Nova Era e suas implicações para o futuro do planeta apresenta ainda uma descrição ilustrada de alguns dos principais tipos de chips e implantes inseridos pela tecnologia extraterrestre na especie humana. Além disso, são investigadas as origens e causas ocultas do fenomeno conhecido como Aquecimento Global. Em complemento, a autora propõe também diversas técnicas que tem o poder de inspirar e expandir os horizontes da consciência, facilitando o contato e integração com os níveis superiores de realidade."  (Em:http://livromisteriosdosol.blogspot.com.br/)










SERES ESTELARES na TERRA 
(TRIGUEIRINHO)
















“Hoje, existem sim energias, consciências, seres provenientes de sistemas estelares bem distantes que conhecem os caminhos da Terra. Porque não basta que sejam seres evoluídos e positivos. Esses seres que representam, hoje, os ‘Filhos das Estrelas’ são aqueles seres que conhecem o destino da Terra. É preciso conhecer o destino do planeta, para poder estar aqui nestas condições de nos dar o conhecimento... eles todos vêm em nome da paz.”   (Trigueirinho em “O Amor das Estrelas”)















ESPÍRITOS QUE  ESTÃO VINDO
 da ESTRELA ALCIONE 
(DIVALDO FRANCO)













A ESTRELA AZUL e os HOPIS 
(MIRIAM DELICADO)
















“Se você não é uma estrela, seja ao menos um planeta. 
Mas nunca se distancie demais de uma estrela, 
para que na escuridão, possas refletir a sua luz.”   











ÓRION, PLEIADES, LIRA 
(PROGRAMA DESPERTOS - M.C. PEREDA)










“Porque não nos aventurarmos nos mistérios que rondam as Estrelas? Mas quais são os mistérios que há nas estrelas e quais as relações que um ser humano terrestre pode ter com elas ou vice-versa? Convido a todos nós para uma investigação mais dedicada sobre a natureza das estrelas. Acontece que os ensinamentos iniciáticos mais elevados nos afirmam que há estrelas que podem se manifestar na Terra como um 'Ser Humano'. Mais ainda, um sistema solar também pode estar representado em uma manifestação humana, aqui na Terra. Pois bem, não pára por aí, uma galáxia inteira pode se fazer representada numa manifestação humana neste nosso planeta. Os ensinamentos que hoje já estão sendo divulgados abertamente, em páginas da Internet e livros como este, estão nos mostrando o quanto não conhecemos sobre nós mesmos. Desta forma, não temos conhecimentos suficientes sobre os outros também. Os mistérios se aprofundam a cada passo que a consciência coletiva desta humanidade inteira, que experimentamos por aqui, dá em direção à Fonte que sustém a luz das estrelas. E qualquer investigador sério e disciplinado encontrará indícios, na História dos Iniciados, de que vários seres humanos tiveram relações profundas com as estrelas.”   (Do livro “COMANDO ESTRELINHA, Temas Transcendentais”, págs 119 e 120, Horácio Netho, Ed.Alfabeto, 2012)





RITO DOGONS - SÍRIUS 
POVO das ESTRELAS 
(OLODUM - CLIP MUSICAL)








A CONFEDERAÇÃO INTERGALÁCTICA,
O CORAÇÃO e AS ESTRELAS
(HORÁCIO NETHO)







“Não se volta, se a meta é a estrela.”     










“Os seres das Plêiades têm a consciência do plano de mutação do Universo e da Terra, eles podem estar entre nós nos ajudando neste período de mutação. Eles sabem que tipo de mutação está havendo e podem nos inspirar a compreender isso. No planeta Terra há pleiadianos encarnados, e esses que estão encarnados sabem muito bem o que é a mutação, como vai ser e podem saber como nos ajudar. Agora, nós teríamos que saber receber ajuda, porque nenhum ser evoluído vai nos forçar a receber ajuda. Então, nós teríamos que ter uma íntima humildade em aceitar que existam seres desta mesma humanidade, não desta Terra, mas pleiadianos que sabem mais do que nós e teríamos que aceitar a ajuda deles, para que eles não continuem nos ajudando sem que a gente tenha consciência. Todos nós precisamos de ajuda, principalmente para compreender a verdadeira situação da Terra. Precisa que o nosso orgulho já esteja um pouco trabalhado, porque senão eles ajudam invisivelmente, ajudam sem que a gente tenha consciência e fazem o que podem. Para aceitar uma ajuda extraterrestre é preciso trabalhar o orgulho.”  (Trigueirinho)












ESTRELAS QUE VIGIAM e as NAVES
COMANDANTE SHARAYA e os SERES de URANO 
(FÁBIO DEL SANTORO)









“Todos aqueles que, através da observação contínua de si mesmos e através da meditação, experienciam um relacionamento autêntico com Deus, podem se tornar as estrelas brilhantes que iluminam o mundo. Se todos seguirmos juntos assim, poderemos criar o céu aqui na Terra.” (Dadi Janki - Diretora Mundial da Brahma Kumaris)

















“Hoje sabemos que somos filhos das Estrelas, 
que somos seres cósmicos.” 






SEMENTES ESTELARES 
(VOLUNTÁRIOS das ESTRELAS)








“Como todos os grandes homens, Pitágoras tinha fé na sua Estrela. Não fugia a nada, por pior que fosse, que o pudesse conduzir à ciência; e o temor da morte não o esfriava porque cria na vida do Além.”  (Do livro “Os Grandes Iniciados - PITÁGORAS”, págs 24 e 25, Édouard Schuré, Martin Claret Editores, 1986












Sobre Origens Estelares de Seres Humanos



“Você só pode descobrir a sua origem através de vidência, mas não vidência em astral ou mental, porque o astral e o mental enganam muito. Quando se fala que você só pode saber da sua origem por vidência, quer dizer vidência do espírito, vidência da mônada. É a mônada que tem esta vidência de onde você provém, de que estrela você vem, de planeta você vem, de que universo você vem... isto é um campo tão vasto, que esta notícia não pode vir da Terra nem de ninguém. É a mônada, é o espírito que tem que dar este toque. Então, você pode sim saber isto, desde que tenha sido alguma mônada instruída que tenha lhe informado, ou que a sua própria mônada possa lhe informar se ela tiver clareza a respeito disso. Saber a própria proveniência (Cósmica), saber de onde você veio, isto não é coisa que se possa saber pelos métodos da Terra, isto é coisa que deve vir de outros planos. E para vir de outros planos, é necessário que seja útil para você evolutivamente saber de onde você veio. Porque saber de onde veio significa se responsabilizar pelo que vai fazer aqui, porque é o que for fazer aqui que você vai ter que levar para lá, quando voltar. De forma que para saber isto, precisa que nós estejamos muito maduros. Porque saber realmente de onde se veio, isso lhe dá a responsabilidade de voltar para lá, quando tiver que voltar, levando uma positiva experiência terrestre, senão vai deixar o seu lugar de origem um pouco contaminado pelo que você está levando para lá. De forma que é muita responsabilidade, e quando você soube do seu lugar de origem e se responsabilizou por isso, a partir deste momento, você está responsável por tudo que você vai levar consigo na hora do retorno. Este tema é muito amplo...”  (Trigueirinho em “Irmaõs Maiores de Outras Estrelas”)
















“Sementes Estelares é o termo utilizado para seres (desenvolvidos como humanos) originários de outro planeta, sistema estelar ou galáxia, com a missão específica de assistir o Planeta Terra e sua população na entrada da Era Dourada na virada do milênio. Muitas sementes estelares estão habituadas à rápida ‘sutilização espiritual’ (spiritual weight loss). Eles conseguem se livrar em poucos anos de comportamentos limitados e temores que seres humanos levam uma vida inteira para conseguir. Isso porque sementes estelares, já havendo estado em missões similares em outros planetas, estão acostumadas aos procedimentos e técnicas de expansão da consciência. O conceito de naves, viagens intergalácticas, fenômenos paranormais variados e seres perceptivos em outras galáxias são, claro, naturais e lógicos para eles. Pelo fato de serem incumbidos de tarefa tão difícil numa dimensão tão densa quanto essa, sementes estelares foram escolhidas a dedo nesta galáxia e além. Poucos se voluntariariam para tal trabalho, correndo o risco de se esquecer quem são e de perder sua conexão com sua divina consciência superior (Higher Self). Apesar de formarem uma porcentagem pequena na população terrena, a missão das sementes estelares é grande e variada. Primeiro devem ser bem sucedidos em se lembrar de quem são, quando já encarnados na forma física. Quando fazem essa conexão, são levados a passar por um processo de transformação para se tornar centrados e conectados e ser um só com sua consciência superior. Uma vez que sementes estelares compreendem quem são, podem ajudar as almas terrenas a firmar a luz no planeta Terra. As sementes estelares também estão aqui através da intervenção Divina.” (Em: http://www.anjodeluz.net/sementes_estelares__.htm)







CONFEDERAÇÃO GALÁCTICA,
SEMENTES ESTELARES e CRISTAIS ARCTURIANOS 
(XAVIER PEDRO)







(Extraído do livro “Glossário Esotérico”, pág. 160, Trigueirinho, Ed. Pensamento,1994)          






                 



“Olha o curso eterno e ardente das Estrelas e aprende da natura a sua alta ciência."  (J.W. Goethe)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018







ANATOMIA SUTIL - Centros de Energias



















OS SETE CHACRAS
(WAGNER BORGES) 








“A experiência holística do ser humano, na Terra, pode ser sentida e se tornar lúcida em diferentes níveis de consciências aos quais denominamos de ‘corpos’. Sob a ótica dos ensinamentos transcendentais, sete corpos humanos diferentes são reconhecidos em suas anatomias e funcionalidades. Assim, podemos citar os seguintes corpos: físico, emocional, mental, intuitivo, corpo de luz, monádico e avatárico. Sendo o corpo físico o mais denso e material de todos estes corpos, na ordem linear desta exposição, os corpos mais elevados vão se tornando cada vez mais sutis. Desta forma, o corpo emocional é mais sutil que o físico, assim como o corpo mental é mais sutil que o emocional, por exemplo. Interligando todos estes corpos, desde o plano mais sutil até o mais denso no corpo físico, há um sistema anatômico que apresenta os ‘chacras’ como centros funcionais das energias interrelacionadas entre todos estes corpos. São milhares os chacras que desempenham a função de transmissores de energias em um corpo humano, porém, há sete chacras principais que sintetizam as energias de grandes áreas das consciências dos corpos humanos. Cinco destes sete chacras principais fazem conexões tanto nas áreas anteriores como posteriores do corpo físico. Os outros dois que se localizam mais nos extremos da coluna vertebral, fecham o circuito elétrico do sistema nervoso central com apenas uma conexão cada. A seguir, temos uma explanação sintética desta anatomia, onde a letra “A” indicará as conexões anteriores e a letra “B” as conexões posteriores dos chacras.”  (Do livro “COMANDO ESTRELINHA, Temas Transcendentais”, pág 27, Horácio Netho, Ed. Alfabeto, 2012)












CIÊNCIA ESPIRITUAL - CHACRAS
(DOCUMENTÁRIO) 







O primeiro chakra, o centro coccigiano (1), relaciona-se com a quantidade de energia física e com a vontade de viver na realidade física. Quando a força vital funciona plena­mente através desse centro, a pessoa tem muita vontade de viver na realidade física...”
O centro púbico (chakra 2A), relaciona-se com a qualidade do amor ao sexo oposto que a pessoa é capaz de sentir. Estando aberto, facilita a concessão e o recebimento do prazer sexual e físico...”
O centro sacro (chakra 2B), relaciona-se com a quantidade de energia sexual da pes­soa. Com o centro aberto, esta sente a sua força sexual...”
O plexo solar (chakra 3A), está associado ao grande prazer que deriva do profundo co­nhecimento do nosso lugar único e ligado dentro do universo. Uma pessoa que tenha aberto o chakra 3A pode erguer os olhos para o céu estrelado, à noite, e sentir que lhe pertence. Está firmemente assentada no seu lugar dentro do universo... Se bem que o chakra do plexo solar seja mental, seu funcionamento saudável está diretamente vinculado à vida emocional do indivíduo. Isso é verdade porque a mente ou os processos mentais servem de reguladores da vida emocional...” 
O centro diafragmático (chakra 3B), localizado atrás do plexo solar, está associado à nossa intenção no tocante à saúde física. Se alguém tiver muito amor à saúde dirigido ao próprio corpo, e intentar mantê-lo saudável, esse centro estará aberto...”
O chakra do coração (chakra 4A), é o centro por cujo intermédio amamos. Através dele flui a energia do nexo com toda a vida. Quanto mais aberto estiver esse centro, tanto maior será a nossa capacidade de amar um círculo de vida cada vez mais amplo.Quando o centro funciona, nós nos amamos, amamos nossos filhos, nossos companheiros, nossas famílias, nossos animais de estimação, nossos amigos, nossos vizinhos, nossos conterrâ­neos, nossos semelhantes e todas as criaturas da Terra...”
“No meio do caminho entre os omoplatas, o chakra 4B se associa à vontade do ego, ou vontade externa. É o centro a partir do qual agimos no mundo físico. Saímos em pós daquilo que desejamos. Se o centro girar no sentido horário, tomaremos uma atitude positiva no tocante à realização de coisas na vida e veremos outras pessoas como sustentáculos das realizações. Teremos experiências para sustentar essa opinião porque as vivemos. Experimentaremos a concordância entre a nossa vontade e a vontade divina. Veremos a vontade dos nossos amigos em harmonia com a nossa...”
O chakra da garganta (5A), localizado na frente da garganta, associa-se à tomada de responsabilidade pelas nossas necessidades pessoais... À proporção que a pessoa amadure­ce, a satisfação das suas necessidades repousa cada vez mais sobre si mesma. Alcança-se a maturidade e esse chakra funciona apropriadamente quando deixamos de censurar os outros pelas nossas falhas e nos aventuramos a criar o de que precisamos e o que deseja­mos. O centro mostra também o estado da pessoa no respeitante ao recebimento do que quer que lhe esteja destinado...”
“O aspecto de assimilação que ocorre no verso do quinto chakra (5B), ao qual às vezes se dá o nome de centro profissional, está associado ao sentido do eu da pessoa dentro da sociedade, da profissão e entre os seus iguais... O centro localizado na parte posterior do pescoço estará geralmente aberto se a pessoa for bem sucedida e bem ajustada ao trabalho e satisfeita com esse trabalho como a sua tarefa na vida...”
O centro da testa (chakra 6A) está associado à capacidade de visualizar e compreender conceitos mentais. Isso inclui os conceitos de realidade, ou o universo da pessoa, ou a maneira como ela vê o mundo, ou como acha que o mundo provavelmente lhe responderá...”
“Na parte dorsal da cabeça, o centro executivo mental (chakra 6B) se associa à imple­mentação das idéias criativas formuladas através do centro da testa. Se o centro executivo da vontade estiver aberto, as idéias da pessoa serão seguidas da ação apropriada para fazê-las materializarem-se no mundo físico...”
O centro da coroa (chakra 7) está associado à conexão da pessoa com sua espirituali­dade e a integração de todo o seu ser, físico, emocional, mental e espiritual. Se o centro estiver fechado, a pessoa provavelmente não terá uma conexão experiencial com a sua es­piritualidade. Não terá provavelmente o 'sentimento cósmico' e não saberá do que estão falando as pessoas quando falam de suas experiências espirituais...”  (Do livro “MÃOS DE LUZ”, Barbara A. B., Ed.Pensamento, 1987, págs 120 a 129)  
                                                                                                 
















ANATOMIA SUTIL - AURA HUMANA
(JOEL ALEIXO) 











“Com a recente revelação da atualização do Reino Humano para os novos propósitos da Terra, a anatomia deste reino está sendo alterada. Desta forma, o desenvolvimento do novo código genético (GNA) não está mais associado ao sistema de chacras tão estudado nos meios esotéricos, até então. O novo sistema anatômico humano sintetiza experiências dos chacras em Centros do Consciente Direito, que aos poucos começam a serem revelados e estudados pelos aspirantes espirituais da Terra. Para que um ser humano tenha uma maior consciência de sua experiência de vida, é fundamental um estudo preciso sobre a sua anatomia holística pessoal. Muitos ainda estão limitados às experiências dos seus corpos materiais sem buscarem uma leitura mais sutil de suas auras e o conhecimento de suas funcionalidades mais elevadas. Poucos também, são os que conseguem sentir as suas próprias energias sutis circulando em seus corpos menos densos. Esta ignorância que predomina no autoconhecimento humano, em geral, inibe que certas verdades possam clarear as vidas de muitos seres. Pois, assim como necessitamos educar e aperfeiçoar as capacidades dos nossos corpos inferiores como o físico, o emocional e o mental, por exemplo, especialmente nestes tempos urge a necessidade de aprimorarmos os nossos corpos mais sutis (intuitivo, corpo de luz e monádico).”  (Do livro “COMANDO ESTRELINHA, Temas Transcendentais”, pág 29, Horácio Netho, Ed.Alfabeto, 2012)






UNIFICAÇÃO de CHACRAS
TÉCNICA ASCENSIONAL















“Os nossos chacras são sete grandes centrais de processamento de energia, e todos eles se encontram numa resposta à vida relativamente segmentada, isto é, um ser pode viver uma vida inteira ligado a um deles e ignorar os outros ou pode ligar-se a alguns e ignorar outros. Nós conseguimos viver com centros energéticos bloqueados porque os outros operam independentemente desses centros bloqueados. Com estas novas crianças, porém, não é assim, pois as frequências dos seus centros estão muito mais próximas umas das outras [...] Antes existiam redutos muito restritos onde era possível a Hierarquia espiritual da Terra mudar as leis da substância – centros de cura (Fátima, Caravandal em Espanha, Delphos na Grécia, os templos de Esculápio, centros de cura no Egito) enquanto o resto da Terra continuava naquela imensa diferença de vibração entre físico, emocional, mental e intuitivo. Da mesma forma que as duas esferas: física e sentimental se estão a estreitar, as esferas do sentimento e da mente estão-se a estreitar também. O que nós pensamos tem a velocidade de materialização extremamente acelerada, porque a energia precisa de percorrer menos subplanos, encontra menos obstáculos até chegar à matéria física. A nova arquitetura terrestre funde o físico com o sentimento, o sentimento com a mente e a mente com a vida da contemplação interior, sem a qual não há como manter uma mente equilibrada daqui para a frente [...] Estas novas crianças vêm como arautos da próxima dimensão terrestre. A capacidade do homem comum dissociar é enorme porque as frequências distam muito umas das outras. Estas crianças nascem sem a capacidade de dissociar que a maior parte de nós tem. Portanto, o impacto ígneo, ativo, da vontade, do amor e da atividade é muito mais alto sobre aqueles veículos do que na maior parte de nós, porque a energia tem muito menos camadas para percorrer até se manifestar no sistema nervoso central, a partir do qual nós decidimos se vamos ficar quietos ou se vamos pular a tarde toda. O sistema nervoso central é o receptor, no físico, da sequência: espírito, alma e vontade. Atualmente, em níveis mais altos do éter nós não temos sete chacras, já só temos três. O éter são várias camadas de luz em torno do nosso veículo físico – pelo menos cinco camadas. Até agora (desde há milhares de anos até os anos 80) nós tínhamos sete chacras em todas as camadas energéticas. Atualmente, nos níveis mais altos do nosso corpo etérico, já só temos 3 chacras [...] Nós dispomos de um primeiro centro a que podemos chamar ‘plexo cósmico’. Já não se trata do plexo solar (3º centro tradicional), nem do centro da fruição e do prazer (2º centro tradicional), nem do centro do enraizamento e do medo (1º centro tradicional, raiz). Nesse nível mais profundo temos, como chacra básico, um centro que reúne as antigas frequências do centro raiz (1º), do centro da alegria, da fruição e da experiência sexual (2º) e do centro da sociabilização (3º). Estes 3 centros, no nível mais profundo do nosso ser já se fundiram num – Plexo Cósmico. O segundo centro sintetiza parte da vibração do plexo solar (3º), parte da vibração da laringe (5º) e a totalidade do centro cardíaco (4º). Trata-se de uma expansão do cardíaco que absorve uma boa parte das antigas frequências do plexo solar e uma parte da expressão da laringe, podemos chamar-lhe – Cardíaco Cósmico. Na zona craniana temos um terceiro centro que está a fundir parte da vibração da laringe (5º), a totalidade do Ajna (frontal, 6º) e dos centros da coroa, o 8º e o 9º chacra – Mental Cósmico. O que se passa é que a emergência destes três centros alimenta-se da pureza, da incapacidade de dissociar e da inocência. A compreensão de como os centros se sintetizam é o retorno à pureza, à inocência, à incapacidade de mentirmos a nós mesmos. Vem aí um novo conhecimento. Esse centro Mental Cósmico ao receber a linguagem de fogo dos arcanjos, dos Irmãos Maiores, condiciona a vontade, e a vontade condiciona o cardíaco, e o cardíaco condiciona a personalidade. Então, esta aproximação entre os centros é o resultado de uma iniciação da Humanidade, que é parte da iniciação da Terra. Esta iniciação está a fundir os centros para que aquilo que, em nós, é potência e força se torne inteligência, e o que é inteligência e energia se torne potente. Ou seja, há um casamento entre a Terra e o Céu, o que significa realizar o Homem, fazer emergir o Cristo em nós e implica fundir os campos. Ora, estas novas crianças trazem isto à flor da pele. Elas são energeticamente mais simples e, portanto, energeticamente mais potentes. Assim, podemos começar a receber uma radiação oculta que vem destas novas crianças; elas ajudam-nos a sentir estes novos centros que estão a nascer na atual Humanidade.” (André Louro de Almeida em: http://www.casa-indigo.com/artigos/conferencia_a_louro_2.asp)













CHACRAS

CENTRO

PERÍODO

COR

BÁSICO


SUPRA-RENAIS

0 a 11 anos

VERMELHO

SEXUAL


GÔNADAS

11 a 22 anos

LARANJA

SOLAR


PÂNCREAS

22 a 33 anos

AMARELO

CARDÍACO

TIMO

33 a 44 anos

VERDE

LARÍNGEO


TIREÓIDE

44 a 55 anos

AZUL

FRONTAL


PITUITÁRIA

55 a 66 anos

ÍNDIGO

CORONÁRIO

PINEAL

66 anos adiante



 BRANCO
 VIOLETA


















“Cada um dos nossos chacras está ligado a um lição cármica que o indivíduo deve trabalhar em seu despertar. Essas lições tem relação com outras vidas inclusive fora da realidade terrena, pois como tem sido revelado, a maior parte da população deste planeta é oriunda de outros planetas que por diversos motivos foram colocados, aqui na Terra, para solucionar seus débitos ou trabalhar como missionário para o Cristo.” (Extraído da Apostila: “CURA QUÂNTICA III”, pág 128, Autor: Rodrigo Romo, 2003)









GEOMETRIA SAGRADA - CORPOS MULTIDIMENSIONAIS,
CHACRAS e CONSCIÊNCIA CRISTALINA FRACTAL
(ELSA FARRUS) 









“Os chacras são centros de força e consciência ativos no corpo etérico do homem da superfície, quando ele se encontra sob a lei do carma material e do livre-arbítrio. Ao transcendê-las, passa a ser regido pela lei evolutiva em seus aspectos superiores, e esses centros não mais o condicionam. Os chacras correspondem ao ciclo planetário anterior, que foi expressão da polaridade masculina do planeta. Exceto em condições especiais, instrutores autênticos e inspirados do presente puseram mais ênfase no aprimoramento do caráter que na concentração direta sobre os chacras. Contudo, contrariando suas indicações, muitos aspirantes, ao adotar técnicas ultrapassadas, desequilibraram-se ou se perderam pela ambição. O homem lúcido de hoje colabora nas transformações em seus corpos e em sua consciência, mas deixa que sejam conduzidas por sua mônada e pelas Hierarquias. Tendo renunciado ao livre-arbítrio, isso é feito por meio dos centros energéticos do consciente direito, e não mais dos chacras. O consciente direito não é como o sistema de chacras que está dentro do corpo etérico. O consciente direito não está dentro do corpo físico, é algo mais amplo e que reúne dois ou três destes chacras. A chave para o desenvolvimento do consciente direito é o serviço altruísta. É você servir não a você mesmo, servir sem querer nada em troca nem sequer resultados. Esta é a chave principal para o desenvolvimento do consciente direito.”     (Trigueirinho)






ENSINAMENTOS ARCTURIANOS, GEOMETRIA SAGRADA
e as GLÂNDULAS SUPERIORES
(XAVIER PEDRO) 


















“O atual código genético da humanidade (DNA) está associado à expressão anatômica do sistema de chacras, que faz uso do fluxo da energia Kundalini pelo canal central de Antakharana refletindo, conseqüentemente, as atuais auras dos seres humanos que estão fina­lizando este estágio evolutivo da raça. Este projeto evolutivo através do DNA está associado sutilmente ao aprendizado das experiências astrológicas arquetípicas do Doze Trabalhos de Hércules, também redimensionado para o que se é conhecido como Roda de Samsara. O mundo dos céus está sendo atualizado e uma nova ordem sideral irá propor um novo projeto evolutivo para a humanidade da Terra. No futuro breve, toda a raça humana terá transcendido o atual siste­ma de chacras e adquirido um novo código genético (GNA), seguin­do uma nova estrutura anatômica de consciência sutil. Alguns seres humanos terrenos já conduzem este novo código genético imaterial.” (Do livro “VIA CORAÇÃO, caminhos da transformação”, pág 150, Horácio Netho, Ed. Alfabeto, 2011)









“Nos voltamos para uma nova organização do consciente direito que está sendo aceso em nós, ao mesmo tempo em que os chacras continuam funcionando. Deixa a vida dos chacras para lá e nos voltamos para o consciente direito, que já é a alma ativa e intuitiva em nós.”     (Frei Artur – Centro Intraterreno de Mirna Jad)

                            

                           










“A intensa aspiração do homem no plano físico, 
permite-lhe repentinamente estabelecer contato com a alma. 
Quando tal ocorre, intensifica-se momentaneamente 
a luz em sua cabeça.”    (Djhwal Khul)











DOAÇÃO de ÓRGÃOS e a ALMA
(DEEPAK SANKARA e TRIGUEIRINHO) 




“Cada corpo está ligado a um chacra do corpo humano. Cada corpo sutil é independente do outro no que se refere à percepção energética e à consciência. À medida que vamos evoluindo, adquirimos a capacidade de utilizarmos cada um deles de forma autônoma em relação ao mais denso. Existe uma relação do plano evolutivo do nosso consciente com a utilização dos outros corpos mais sutis. Essa relação acaba se estreitando à medida que evoluímos e passamos a nos harmonizar e, gradualmente, a frequentar templos e universidades etéricas para o nosso redespertar. Esses templos são na verdade escolas onde acabamos sendo retrabalhados e deixamos de lado os falsos valores e dogmas que limitam a nossa percepção. Esse processo é gradual até que a mente consciente e racional possa ter lembranças dessas atividades. Normalmente, esse tipo de vivência acaba chegando a nós como intuição, um conhecimento que vem do nosso interior e que não adquirimos em livros ou coisa similar, ele existe internamente.”  (Extraído da Apostila: “UM CURSO de CURA ESTELAR”, pág 24, Autor: Rodrigo Romo, 2003)