_______________________________________________________

sábado, 28 de março de 2020

Mensagens Especiais p\ Quarentena






Imunidade Consciente com Vírus, Germes,
 Bactérias, Micróbios e Epidemias Globais
(TRIGUEIRINHO)




Em 15 Dias - Psicografado
(ROLANDO BOLDRIN)







Sonho de Um Confinamento
(POEMA - FÁBIO BRAZZA)






Coronavírus Reduz Poluição
(VIX BRASIL)





EVENTOS

















A CURA














O QUE SIGNIFICA CURAR?
(JAIME BRUNING)




"Aprendei a curar-vos com quem aprendestes a amar."      
 (Ovídio)









“Vivemos numa era em que as pessoas, inclusive em países ocidentais, começam a entender cada vez melhor seu próprio potencial de cura, que é inerente a cada ser humano. Assim, elas começam a adotar outros hábitos de viver e alimentar-se, optando pelos caminhos da naturopatia para a conservação e otimização dessa energia [...] A doença não existe por conta própria, não tem existência independente. A manifestação de doenças depende em primeiro lugar da ignorância do próprio paciente. Além disso, as causas primárias que geram doenças são envolvimento emocional, rejeição e apatia, além de condições eventuais de acumulação e acirramento por causa das estações do ano, alimentação imprópria, padrões impróprios de comportamento, etc. [...] Mas a sabedoria instintiva do organismo, inerente a todos os seres humanos, parece cada vez menor. Os motivos dessa tendência são a degeneração dos hábitos alimentares e dos padrões de comportamento (por exemplo, consumo excessivo de doces, de alimentos muito ricos e pesados ou o hábito de ficar grudado na televisão) nas sociedades ocidentais industrializadas. Crianças que crescem num ambiente artificial não conseguem desenvolver comportamentos naturais. Do ponto de vista da medicina tibetana, essas crianças estão constantemente expostas a um excesso de certos tipos de sabores, impressões sensoriais, etc. Se as medidas para inverter o processo não forem tomadas a tempo, as doenças correspondentes acontecerão inevitavelmente.”  (Do livro “Manual da Cura Tibetana”, autor: Thomas Dunkenberger, Ed. Pensamento, 2007, págs 22, 74 e 77)




A CURA é um PROCESSO de TRANSFORMAÇÃO
(COSMOSOFIA UKSIM) 







(Extraído do livro “Glossário Esotérico”, pág. 136, Trigueirinho, Ed.Pensamento,1994)

















“As questões ligadas à cura estão ganhando cada vez mais força, especialmente para aqueles que estão se sentindo atraídos pelos chamados destes novos tempos. É que o planeta Terra, como um todo, está passando por uma espécie de ‘Cura’ e nós, integrantes do Reino Humano, também necessitamos nos curar se intencionamos acompanhar em equilíbrio os novos propósitos cósmicos para este planeta. Precisamos expor alguns conteúdos importantes sobre ‘Cura’ que podem nos auxiliar a compreender melhor as bases sob as quais a ‘Verdadeira Medicina’ se manifesta. Pois os nossos desejos de se curar ou de ver os outros curados, mesmo altruisticamente, podem em muito dificultar uma visão mais sábia sobre as nossas questões atemporais. A nossa Medicina atual se polarizou nos sintomas físicos, devido às próprias limitações das pesquisas acadêmicas que seguem uma linha comercial de mercado, onde ‘curas temporárias e superficiais’ estão sendo vendidas. Desta forma, um nível mais profundo do Amor Sabedoria que rege os princípios da cura para a Terra acaba se recolhendo e não sendo acessado pelos limites inerentes das práticas da nossa ‘Medicina Alopática’ atual. A verdadeira cura atemporal se sustenta no Amor altruísta, fluindo no princípio da doação. A ‘Medicina Alopática’ atual, em geral, remedia até muito bem, mas não alcança a natureza da cura atemporal das Almas humanas, pois este nível de cura se dá através de abstrações sutis multidimensionais [...] Sob o ponto de vista da evolução cósmica, a Terra ainda está no estágio de manifestar as suas desarmonias evolutivas dentro da experiência humana através do que denominamos de ‘doenças’. Como uma humanidade ainda separatista, sem consciência da oitava dimensão unificadora (nível das Mônadas), aprendemos também através das doenças. Há um ensinamento que afirma que uma doença é o próprio Amor Sabedoria se manifestando além da dualidade, ensinando um ser humano por uma via inversa de aprendizagem. Somente que deveríamos aprender a meditar sobre a natureza superior desta experiência, pois sabemos que outras humanidades do Cosmos já transcenderam esta nossa atual etapa evolutiva como raça. Como poucos são os seres humanos que já possuem uma visão atemporal de suas vidas e podem também acessar esta visão para os outros, nem sempre sabemos quando uma alma terrestre já está pronta para receber alguma cura que venha do equilíbrio cármico de suas ações, não só neste planeta, mas também transmigradas e interconectadas por leis superiores a outros mundos. Lembremos que muitos dos que hoje sofrem com doenças em seus corpos físicos, na Terra, são exilados cósmicos reticentes e recalcitrantes das Leis que regem o Cosmos por todo este nosso Universo Local. As doenças para estes seres transgressores são uma escola de aprendizado necessária a que devemos respeitar e compreender em compaixão coletiva. E como muitos ainda continuam resistentes aos ensinamentos dos Mestres, estamos e continuaremos vendo aumentar o número de almas desenvolvendo doenças (principalmente através dos corpos mental, emocional e físico) para conseguirem sobreviver a este momento atual de fechamento de ciclo cósmico. Em contraparte, também está aumentando o número de almas que estão se harmonizando atemporalmente, recebendo bênçãos de curas celestiais. Um grande número de almas humanas terrestres se prepararam, por várias encarnações, para poder vivenciar em seus corpos inferiores as curas acessíveis destes novos tempos e transcenderem todo o seu passado de desarmonias. Estes seres estão aptos a compreenderem o que está se passando atualmente com a Terra e consigo próprios. Diversas Terapias Alternativas estão surgindo, atualmente, e muitas delas estão se beneficiando de florais, ervas naturais, essências, etc. A inteligência da Supranatureza imprime na Sobrenatureza e na Natureza inferior princípios ativos abstratos que podem ser provenientes de outros pontos do Cosmos e estarem dispostos, na Terra, para auxiliar as nossas curas. Muitas almas competentes conseguem fazer uma conexão com estas realidades e oferecer para nós uma cura mais real. Podemos sim receber uma cura através dos outros, mas somos nós que devemos oferecer as condições para que esta cura se realize, abrindo os nossos corações e as nossas vidas para os desígnios de Deus.”   (Do livro “COMANDO ESTRELINHA, Temas Transcendentais”, págs 65 a 68, Horácio Netho, Ed.Alfabeto, 2012)










 CURA ARCTURIANA
(LIGHTWORKERS)




 FLORAIS dos GOLFINHOS e FLORAIS PLEIADIANOS - TERAPIA QUÂNTICA ESTELAR









“Tudo na Terra tem um propósito, cada doença uma erva para curar, cada pessoa uma missão a cumprir. Esta é a concepção dos índios sobre a existência.”      
Christine Quintasket  (Índia Salish)








“Segundo a atualização das mensagens da Hierarquia Cósmica, a Terra será em verdade um planeta regido por leis sagradas superiores, onde não haverá mais doenças como as que conhecemos hoje, decor­rentes diretas das leis cármicas inferiores. Lembremos que os proces­sos cármicos, que inclusive geram e atraem as doenças planetárias, são originados pelas mentes de desejos desta raça humana em evolução. E quando falamos em desejos, não nos referimos somente aos negativos, mas aos positivos também [...] Há presentes, na órbita da Terra, inúmeros espíritos cósmicos curadores ou mônadas desta linhagem evolutiva a serviço desta tran­sição cósmica neste setor sistêmico. Centenas de curadores cósmicos conscientes (pleiadianos, arcturianos, orionis, sirianos, venusianos, etc.), travestidos de corpos humanos terrenos, já estão em pleno serviço voluntário de auxílio para a transição das leis planetárias, neste atu­al momento. Tais seres foram iniciados juntos a Conselhos e Ordens Cósmicas Superiores, que estão se revelando abertamente à consciên­cia coletiva desta raça humana terrena [...] Todos os Curadores Cósmicos conscientes estão capacitados, atra­vés de processos iniciáticos conduzidos pelas Hierarquias Espirituais responsáveis, para transitarem pelas vias e portais de acessos da quinta dimensão terrena acima. Para isto, recebem ferramentas como símbolos específicos e mantras de ativação, que ficam impressos em seus campos energéticos (aura), servindo como códigos de acessos para os propósitos missionários de suas jornadas [...] Algumas mônadas animais estão se beneficiando, deste momento cósmico, para contatar conscientemente o reino humano terreno e ofer­tar os seus serviços de auxílio como canais complementares de Cura Cós­mica. Os golfinhos e as baleias (www.golfinhospray.com.br), por exem­plo, já estão em plena atividade conjunta com a humanidade planetária, a partir de uma base brasileira. Aqueles seres humanos que se sentirem atraídos por estas realidades cósmicas, devem iniciar um processo de dis­tanciamento paulatino das terapias tradicionais alopáticas. Ao mesmo tempo, devem iniciar um contato mais próximo com as diversas terapias naturais que estão emergindo, na face da Terra, usufruindo-se de florais, ervas naturais, essências vegetais e minerais, além destas terapias já citadas dos Curadores Cósmicos que, por meio de suas irradiações áureas, projetam as suas energias sutis de harmo­nizações para as consciências do seres humanos terrenos.”  (Do livro “VIA CORAÇÃO, caminhos da transformação”, págs 28, 31, 32 e 35, Horácio Netho, Ed. Alfabeto, 2011)






CURA INTERIOR e CURA CÓSMICA
(TRIGUEIRINHO)







“O princípio da cura está na consciência da doença.”      









“A preparação para a cura requer um período especial de jejum, oração, renúncia, agradecimentos, sacrifício, exercícios devocionais. O propósito é vencer as paixões da carne e fortalecer o espírito. A abstinência e o rigor físico limpam o corpo e a concentração mental purifica a mente, alinhando assim a matéria e o espírito. Desta forma a mente individual pode entrar em contato com o poder de cura do Grande Espírito.”   Wooden Leg  (Xamã Cheyenne)










ORGONITES CURAM
(ALEXANDRE PRETTO)








“Parar, acalmar-se e descansar são pré-requisitos para a cura. Se não conseguirmos parar, nosso ritmo de destruição simplesmente vai prosseguir. O mundo precisa imensamente de cura. Os indivíduos, comunidades e países estão cada vez mais necessitados de cura.” (Do livro “A Essência dos Ensinamentos de Buda”, pág 39, Thich Nhat Hanh, Ed.Rocco, 2001)      














INTRODUÇÃO à CURA p\ NÚMEROS
(CÓDIGOS de GRABOVOI)


















“Rudolf Steiner, em 1918, previu que caso a humanidade não chegasse a contatar o Plano Intuitivo, o da Alma, pela liberdade na busca espiritual e pelo aperfeiçoamento do caráter diante do livre arbítrio, então sérios problemas poderiam ocorrer por esta sonolência, pois as Hierarquias teriam de implantar um novo código mesmo sem a permissão dos egos. Ele disse que um triplo resultado ocorreria na evolução humana. Primeiro: os homens se transformariam em demônios em consequência de seus instintos sexuais. Segundo: ocorreria um conhecimento pernicioso de certas substâncias terapêuticas; tudo que se relaciona com a medicina progrediria numa escala imensa, mas, em sentido materialista; os desenvolvimentos de certas substâncias ligadas à medicina causariam prejuízos enormes, mas seriam considerados úteis; aquilo que fosse doentio seria considerado saudável e as pessoas veriam com agrado aquilo que conduziria o homem a doenças; a relação de substâncias terapêuticas com a medicina seria um rumo desastroso tomado e teriam a capacidade de provocar ou evitar doenças segundo critérios exclusivamente egoístas. Terceiro: os homens viriam a conhecer forças mecânicas e técnicas e tomariam um rumo nefasto, no entanto estas forças seriam sumamente úteis e agradáveis ao egoísmo do homem.” (Do livreto “O Chamado da Mãe Natureza Universal”, págs 5 e 6, Marcus André, 2012)







PURIFICAÇÃO PLANETÁRIA, ORAÇÃO,
CURA e NAVES HOSPITAIS
(CARLOS PALERMO)














“O Deus que traz o sofrimento é o mesmo que cura [...] Um ser iluminado e autorrealizado tem capacidade de conviver com os altos níveis de ignorância dos homens comuns sem se deixar contaminar internamente. Relaciona-se com seres impuros distanciadamente, mantendo a sua consciência a mais elevada possível em direção aos mundos superiores. Encontra-se naquele estado regido por leis que lhes amparam e protegem. Possui um nível de vida interno elevado que, quando necessário, se manifesta externamente. Possui recursos energéticos conscientes para reverter situações desarmônicas e promover curas e paz [...] Há seres humanos que desejam ser curados através das resoluções dos seus meros problemas pessoais, sejam físicos, emocionais ou mentais. A verdadeira cura requer um momento adequado para se manifestar. Envolve um movimento amplo que transcende as questões pessoais de um só ser humano. Interliga vários níveis de ajustes dimensionais da consciência e uma egrégore de seres existentes. Só se realiza, quando um equilíbrio se faz imanente, em respeito às várias leis que interagem holisticamente. Depende de uma conjuntura justa para com a humanidade, com a Terra e para com Deus [...] A luz necessária para a cura vem na medida certa para quem necessita, seguindo as leis superiores que coordenam a harmonia cósmica entre as realidades paralelas [...] Ao entrar em contato com a aura de um grande iniciado, um ser humano comum pode ver a sua vida profundamente transformada. Perigos podem ser afastados, curas podem ser manifestadas, caminhos podem ser encurtados, sofrimentos podem ser transmutados. Afinando os sentidos e a atenção, investigando e discernindo corretamente, o ser humano poderá ter consciência da presença de grandes iniciados em sua vida [...] Na cura: para uns, remédios; para outros, palavras; para outros mais, o silêncio. Para outros ainda, mais sofrimento.”  (Do livro “VIA TERRA, caminhos da luz”, Horácio Netho)









A CURA
(Lulu Santos/Nelson Motta)

“Existirá, em todo porto tremulará a velha bandeira da vida.
Acenderá, todo farol iluminará uma ponta de esperança.
E se virá, será quando menos se esperar, da onde ninguém imagina.
Demolirá toda certeza vã, não sobrará pedra sobre pedra.
Enquanto isto, 
não nos custa insistir na questão do desejo não deixar se extinguir,
desafiando de vez a noção na qual se crê que o inferno é aqui.
Existirá, e toda a raça, então, experimentará para todo o mal a cura.”





CURE O MUNDO - MENSAGEM das CRIANÇAS
(CLIP MUSICAL)











“Só o corpo é visível. E tendemos a acreditar apenas no que vemos. Mas a mente é muito maior e muito mais poderosa que o corpo. A ciência ancestral da ayurveda mostra claramente como as doenças se manifestam primeiro na mente e depois chegam ao corpo. Dessa forma, a ayurveda não espera a doença chegar ao nível do corpo. Ela se propõe a curá-la antes disso.”  (Sri Ravi Shankar)
















“Não é um sinal de saúde estar bem ajustado a uma sociedade profundamente doente.”  (Krishnamurti)






AS TERAPIAS SÃO VÁLIDAS
NESTE NOVO CICLO?
(UKSIM COSMOSOFIA)




“Quando um indivíduo se desliga de limites formais e mergulha na própria essência é que passa a viver em cura e a saber que ela é o ajuste da matéria à realidade interna, a um padrão de perfeição divino. A cura aproxima a criatura da ‘face sagrada’ que lhe corresponde, é expressão d’Aquilo que anima o Cosmos. Manifesta-se como ciência, como arte, como filosofia e como religiosidade. Nasce do silêncio, no indivíduo que, tendo-se esvaziado, se volta então para o Alto e se deixa preencher.”    (Trigueirinho)










"Procuram curar aos outros, 
quando eles mesmos estão cheios de feridas."  







“... o que representa ser um Terapeuta na Era em que estamos vivendo, a Era de Aquário. Um Terapeuta é um curador, uma pessoa que tem a missão de trabalhar para curar a doença no nível físico, mental ou espiritual. Um Curador Aquariano é uma pessoa que sabe que não pode curar ninguém. Sabe que cada um é o seu próprio Curador. Sabe ajudar o outro a se curar porque aprendeu o caminho da Cura, curando a si mesmo e por consequência a sua vida. Os terapeutas aptos para este aprendizado são aqueles que percebem que estão numa faixa vibratória acima. Possuem percepções intuitivas, espiritualidade desperta, visão de Cosmos e consciência da sua missão como agente de Cura nesta Era que manifesta, em seu início, um paradoxo: um homem super evoluído tecnologicamente e incapaz de se relacionar de modo saudável consigo mesmo e com o seu próximo mais próximo, sua família.”  (D.N. Silva – Terapeuta Sistema Florescência)





CURAS NATURAIS SECRETAS






“A Cura está ligada ao tempo e, às vezes,
 também às circunstâncias.”










“Através dos tempos, os sensitivos que se dedicam às artes da cura observam que pensamentos e sentimentos são compostos por energias atmosféricas sutis, infundidas de gunas etéricos. O médico sáttvico potencializa os efeitos benéficos de medicamentos e tratamentos quando, pela sua compaixão, bondade e alegria, eleva o shen dos pacientes, enquanto os que manifestam sintomas rajásicos de estresse ou tristeza afetam adversamente pacientes já sensíveis à dor e ao sofrimento. O Ayurveda reconhece o fenômeno e recomenda que, para o bem dos pacientes, os médicos cultivem os estados mentais sáttvicos. Contudo, não há nada que supere a oração e a meditação, as mais valiosas chaves que dão acesso ao potencial da medicina como caminho espiritual. Os que se comunicam com o paciente na sua essência mais profunda são os que curam com mais eficácia. ‘Só os médicos que oram e meditam têm o poder de curar as enfermidades da mentes e as emoções’, afirmou o Dr. Jha na época em que iniciava os meus estudos. O Dr. Mahatyagi disse-me um dia: ‘Os médicos precisam ter devoção e fé em Deus e, ao passar uma receita, precisam ter uma mente pura, um espírito dadivoso e a aspiração de serem capazes de abençoar o paciente. Ensina o Ayurveda que, pela oração, obtêm-se melhores resultados. Enquanto prescrevo, entôo diferentes mantras conforme a enfermidade; cumpro meu dever pedindo a Deus que me abençoe para ser bem sucedido na cura. A maioria dos Vaidyes tradicionais, da Índia e do Nepal, crê em Deus e cotidianamente recita seus mantras. Na medida em que cultivam essa prática, obtêm igual medida de sucesso.’  Aureolados por orações e práticas meditativas, os médicos desenvolvem grande talento. ‘Se o médico tem algum poder espiritual ou pensamento espiritualizado, o tratamento é mais bem sucedido’, diz o Dr. Tiwari. ‘Somos mero veículos de cura, nunca agentes, quem cura é Deus onipotente, diz a sabedoria hindu. O médico deveria pensar, que - Deus me ajude a cuidar deste paciente -, para ser apoiado pela força divina; com as bênçãos de Deus é possível obter grandes êxitos.’ Segundo a filosofia sáttvica da cura, quanto mais profundamente nos conectamos à divindade interior, mais saudáveis nos tornamos; assim, no Ayurveda, o tratamento clínico é considerado secundário à contribuição para a evolução espiritual do paciente. ‘O fundamento do Ayurveda é a espiritualidade’, diz a Dra. Shrestha, ‘porque a preocupação dos Vedas é com o poder divino. Poder divino, espiritualidade e mente se encontram no cerne do ser.’ Aos pacientes, os médicos ayurvédicos e tibetanos recomendam práticas devocionais e orações, técnicas ióguicas e disciplinas mentais como a meditação e a visualização. Os velhos sábios médicos ensinaram que a prática da medicina é a melhor das vias para o cultivo das virtudes sáttvicas, as que levam o médico a ‘moksha’, o despertar espiritual.” (Do livro “Em Busca do Buda da Medicina”, págs 204 e 205, David Crow, Ed. Pensamento, 2004)      






CURA ESTELAR
CONEXÃO c\ a HIERARQUIA ESPIRITUAL
(RODRIGO ROMO)





EXEMPLOS de MANTRAS CONFEDERADOS p\ CURA:









“Um sorriso genuíno distribui a energia cósmica, prana, a todas as células do corpo. O homem feliz é menos sujeito a doenças, pois a felicidade de fato atrai para o corpo um maior suprimento da universal energia vital.”   (Paramahansa Yogananda)






quarta-feira, 18 de março de 2020

RETIRO P\ A SANTIDADE









“À medida em que você simplifica sua vida, as leis do Universo serão mais simples; solidão não será solidão, pobreza não será pobreza, nem fraqueza, fraqueza.”    (Henry D. Thoureau)









“Praticar retiro de maneira filosófica é muito diferente de praticá-lo como forma de fuga. No primeiro caso, o homem está lutando para obter domínio mais amplo sobre si mesmo e sobre a vida. No segundo caso, está se tornando um desertor inerte, perdendo o seu controle sobre a vida... A sabedoria exige equilíbrio. O homem moderno, todavia, leva uma vida desequilibrada. Está engajado em incessante atividade, quer de trabalho, quer de prazeres, sem a compensação do repouso silencioso e do recolhimento interior. Sua atividade está correta no seu devido lugar, mas deve ser deixada lá, e não deve invadir esses momentos preciosos em que ele deveria aconselhar-se com seu ser mais elevado. Portanto, a prática periódica de quietude mental é uma necessidade, e não um luxo ou passatempo... Se esses afastamentos ocasionais do mundo lhes são benéficos, se ele sai deles com a vontade mais forte, a mente mais clara e o coração mais calmo, se eles o capacitam a organizar seus pensamentos sobre assuntos mais profundos e a reunir suas forças para a vida mais elevada, seria então tolice interpretar isso como escapismo.”    (Paul Brunton)








“Quanto mais nós estamos em solidão, 
mais estamos perto de todos.”   
(Trigueirinho)












“Sempre que a perfeição e a beleza são manifestadas, há uma demonstração do REINO DO CÉU NA TERRA! Tendes sido advertidos, frequentemente, de que, observando a limpidez e a simplicidade da natureza, podereis achar a sabedoria e a paz que vos permitem evoluir, às vezes com muito mais profundidade do que estudando assuntos e temas complexos, isoladamente. É necessário, em verdade, adquirir conhecimentos, porém, uma pausa no JARDIM DA NATUREZA é um maravilhoso e oportuno impulso de grande eficácia para uma emanação de vida em evolução.”     (Mestre Kuthumi)








“A saga do herói é formada por três fases: um afastamento do mundo, uma penetração em alguma fonte de poder e um retorno que enriquece a vida.”  (Joseph Campbell –Mitólogo)












“Será que podemos compreender as realidades espirituais dos Mestres sem assumirmos disciplinas pessoais ou praticarmos as orientações que vem da Hierarquia Celeste? Como podemos encontrar a nossa "Santidade"? O que seria um "Santo"? O "Santo" sob o ponto de vista etimológico é aquele ser que consegue viver a sua vida interna sem se contaminar com as impurezas da vida mundana. Vive uma vida em separado, na sua consciência, e para manter esta disciplina de distanciamento consciente da vida humana comum, ele assume inúmeras disciplinas que são facilitadoras para a manutenção do seu estado de santidade. Quando estamos muito envolvidos com alguma realidade, temos uma dificuldade inerente a este envolvimento que nos dificulta ver a real natureza desta realidade. Assim como precisamos nos afastar de um edifício de dez andares para vê-lo por inteiro, analogamente, o santo assume um distanciamento saudável da vida para também poder vê-la melhor e por inteiro. O que conhecemos como ‘retiro’ é uma das práticas que fundamentam a experiência da santidade. É através de um retiro consciente, pautado com processos de purificações corporais, que uma alma humana começa a se fortalecer em sua natureza mais íntima. Em sua dinâmica interativa, a conturbada e excitada vida comum lida com inúmeros componentes distorcidos e equivocados que dificultam uma compreensão da vida divina em si. Desta forma, uma alma humana que vai amadurecendo em sua evolução se sente espontaneamente atraída pela prática do retiro. Pois é no retiro que ela vai encontrar a condição de se ordenar e se estruturar para prosseguimento de sua vida.”   (Do livro “COMANDO ESTRELINHA, Temas Transcendentais”, pág 98, Horácio Netho, Ed. Alfabeto, 2012)





Meditação, Recolhimento,
Reclusão no Autoconhecimento
(DELCI  JARDIM)









"Um santo é um pecador morto, revisto e corrigido."  

(Ambrose Bierce)    










“O retiro é uma prática que está diretamente relacionada com a energia Ying do indivíduo que o desenvolve. É uma atividade pesso­al consciente de diminuir o contato com a experiência externa, a fim de potencializar o contato com a experiência interna. O hemisfério es­querdo cerebral lida com os aspectos da energia já lúcida para o indi­víduo, enquanto que o hemisfério direito cerebral funciona como que um receptor de entrada para energias que ainda se encontram ocultas para o ser. A energia Ying reflete a necessidade da não-ação, de onde deveriam partir todas as nossas ações. Porém, o que percebemos é uma geração contínua de ações e reações condicionadas, pouco conscientes e sustentadas pela energia externa (Yang), sem intervalos apropriados para um recolhimento necessário na polaridade interna. O retiro, en­tão, apresenta-se como uma prática imprescindível para os peregrinos da senda espiritual, já que se torna uma atividade consciente, onde o ser oferece um espaço-tempo de sua vida em direção às ordens ocultas que necessitam vir à tona a fim de serem potencializadas [...] Eminentemente, um retiro é uma prática gerenciada por consci­ências acima do ego, pois aqueles que o buscam são seres que já desper­taram para um sentido interno mais forte, por onde a alma e o espírito se comunicam. Tais seres já pressentem o valor da realidade do mundo além das formas, das palavras e dos conteúdos, via na qual transitam as suas próprias consciências superiores. Buscam o retiro como uma disciplina necessária para iniciar, ajustar ou potencializar este contato superior, também demonstrando o interesse pela ascese espiritual [...] Um retiro verdadeiro deve ter caráter transcendental, ou seja, deve intencionar retirar a consciência do praticante do ponto em que se encontra e, ganha características individuais de acordo com as neces­sidades ocasionais que estejam pré-dispostas para cada ser. Não há um espaço-tempo definido e inflexível para a realização de um retiro. O que deve haver é uma entrega sincera e desapegada para o que pode se desencadear com a experiência. O espaço-tempo que rege a experiência de um retiro pode durar átimos de segundo, como no caso de seres cósmicos despertos, que por um ato de vontade podem recolher suas consciências terrenas e, como um raio, automaticamente conectar-se com suas consciências extraplanetárias, buscando um veio de Luz superior que os posicione harmonicamente para o contexto estabelecido na dimensão em que se encontre na Terra. De outra forma, um retiro pode necessitar de um ciclo do espaço-tempo terreno de três dias, sete dias ou vinte e um dias, de acordo com os chamados internos de seus praticantes. Portanto, tenhamos cla­ro que um retiro não deve seguir regras inflexíveis e, oportunamente, deve ocorrer como uma prática disciplinar diferenciada para cada nível de consciência.”    (Do livro “VIA CORAÇÃO, caminhos da transformação”, págs 240 a 242, HorácioNetho, Ed. Alfabeto, 2011)







“Por mais que amemos nossos entes queridos, acontece às vezes, durante suas ausências, uma inexplicável paz.”    (Anne Shaw)
  







“Todo processo de burilamento interno leva a um isolamento e avaliação interna dos valores da nossa vida e como nos comportamos frente aos mesmos. Isso leva a um grande impasse que muitas vezes nos coloca de frente ao medo de mudar a nossa forma de ser, a nossa forma de relacionar-nos com o Universo que nos rodeia e de aceitar novos paradigmas de conduta e de comunicação com aquilo que antes considerávamos inútil ou inadequado para nossa estrutura mental ou emocional.” (Extraído da Apostila: “CURA QUÂNTICA III”, pág 116, Autor: Rodrigo Romo, 2003)